Skip links

MDI 4.0

O conceito “Indústria 4.0”, chamado de 4ª revolução industrial, teve origem num projeto estratégico de alta tecnologia do governo alemão cujo objetivo é promover a informatização da indústria.

Em ambientes de fábricas, os sensores, computadores, células de produção, sistemas de planeamento, trocam informações entre si, de forma autónoma, tomando decisões de produção, custo, contingência e segurança através de algoritmos de Inteligência Artificial. A partir daqui, acede-se a uma nova realidade produtiva: tudo estará ligado para que as melhores decisões de produção, custo e segurança sejam tomadas, em tempo real.

A “Indústria 4.0” vai transformar toda a cadeia de valor e permitirá desenvolver produtos e serviços inovadores. Vai dar-se uma evolução dos sistemas produtivos industriais que vai trazer muitos benefícios como a redução de custos, de energia, o aumento da segurança e da qualidade, e a melhoria da eficiência dos processos. Mas, para que as soluções sejam de facto implementadas será necessário definir standards que suportem a interoperabilidade das máquinas e há já quem esteja a trabalhar nisto.

Vai ser necessário que as empresas apostem na inovação, na qualificação dos recursos humanos para as novas tecnologias e processos, e que consigam capitalizar-se para que seja possível implementar as alterações necessárias.

A Indústria 4.0 é já uma realidade e está a mudar a forma como lidamos com a produção.

O Modelo de Diagnóstico e Impacto 4.0, “MDI 4.0 “ é o primeiro passo a dar para se conseguir entrar na 4ª revolução industrial e está projetado para que se possa ter uma visão dos aspetos e características que influenciarão esta 4ª revolução industrial.

Através deste modelo de diagnóstico, as empresas serão capazes de identificar as oportunidades prioritárias de melhoria no caminho para se tornarem uma empresa da Indústria 4.0.

Return to top of page