fbpx

Skip links

Entrevistas Strongstep – Jay Douglass, diretor da SEI Europa

Quais as vantagens de utilizar o CMMI para serviços?

“As vantagens de utilizar o CMMI para Serviços… são muitas. Antes de mais, oferece um caminho para uma melhoria contínua, poderá priorizar as suas atividades, definir qual a sua posição atual e estabelecer metas que gostaria de alcançar no futuro (o CMMI para Serviços possibilita isto mesmo). Oferece também vocabulário passível de ser utilizado pela sua organização quando o objetivo é melhorar e gerir a sua prestação de serviços. É uma excelente forma de manter a competitividade, melhorar o tempo de comercialização, melhorar a satisfação do cliente, mas também simplesmente monitorizar a sua atividade empresarial, compreender aquilo que deveria fazer e como estão as suas operações de prestação de serviços no momento e onde gostaria de estar no futuro. Estes são alguns dos muitos benefícios de utilizar o CMMI para Serviços.”

Porque razão uma empresa deve ser certificada através do CMMI para serviços?

“Todas as empresas necessitam de uma melhoria contínua, especialmente na economia altamente competitiva e volátil dos dias de hoje. Os produtos CMMI existem há mais de 10 anos e são ​​atualmente utilizados por milhares de empresas e milhões de pessoas em todo o mundo para gerir, priorizar e monitorizar os seus esforços de melhoria processual. Historicamente, a maioria dessas empresas atuam no ramo da prestação de serviços. Há um ano e meio, foi lançado o CMMI para Serviços; é uma versão para empresas com CMMI para Serviços, que compõem mais de 50% da maioria das economias no mundo atual. Como tal, as empresas de prestação de serviços podem agora tirar partido dessa mesma melhoria processual, da melhoria baseada no modelo e das técnicas de melhoramento contínuo, que têm sido comprovadas nos últimos 10 anos através de outras versões do CMMI.
Por isso considero que as empresas do setor dos serviços devem olhar de forma atenta para a melhoria centrada em modelos através do CMMI para Serviços.”

Return to top of page